domingo, 19 de julho de 2009

AUTÓPSIA DO ET

quarta-feira, 8 de julho de 2009

ALÔoooooooooooooo

Sobrevivemos!
Porra!
Por alguns micro-segundos eu não pensei que pudéssemos viver sem o maluco do Mister MJ! E essa “comemoração cerimoniosa” de mais de dez dias da morte do cara.
E o cadáver insepulto a rolar pra cima e pra baixo.
Creio que a Associação Norte-Americana de Necrófilos deve ter gozado (literalmente) do prazer de estar com aquele corpinho adolescente de 50 anos, drogado, embalsamadinho, por todos esses dias.

Que merda é essa?

O Rei do Pop, príncipe das esquisitices, misto perfeito do barão de Munchaussen e Sade + Masoch dos tempos contemporâneos. Senhor dos anéis das pobres criancinhas, tarado caridoso número um do mundo, afinal ajudou a tantas criancinhas a descobrir o lado “D” da vida. Certamente em breve, a prevalecer os valores atuais, e pela progressão geométrica que a degeneração absoluta avança mundo afora (Pro, MJ a-dentro também) teremos direito a um Mister MJ pra cada país do mundo desenvolvido e em desenvolvimento (os subdesenvolvidos já tão fudidos mesmo).

Mas.....

Pobrezinho, mas ele era tão bonzinho!

Bonzinho o caralho!

Um pobrezinho, com certeza, atormentado pelas tantas negações, traumas, complexos e outras psicopatias. E as rejeições, a si próprio, a sua natureza, raízes, família, sexualidade, gênero, etnia, cor, corpo....
E por aí vai, a lista é longa.

O reflexo das pessoas do nosso tempo eis que ele é!
Falou Mestre Yoda.

Atormentada criatura forjada pela Motown, Media (Mídia) Associada (World Inc.) do nosso maravilhoso mundo bestial, genital e etc coisa e tal. Ele foi o que cada um de nós deseja ser em algum momento.
Mister MJ é o próprio “Retrato de Dorian Gray” do nosso século podre. Ele é o ajuntamento de cada mazela, cada pobreza de cada alma deste inferno que transformamos a linda terra.

E assim ele se foi! Já foi tarde.
Antes ele do que eu!
A merda toda ainda vai feder por muito tempo, a podridão a carniça ta espalhada sobre toda a terra.
Esse filho do pé preto (literalmente), não é justificativa para nada, de nada e a nada leva.
Sinto por mim, por viver num mundo e em meio a uma sociedade como essa, que dá valor ao pior, sinto por todos que estão remando “Contra a maré”, como diz a minha amiga, “A hipnose coletiva é avassaladora”!

Se existe um “inferno do cão”, onde e bestafera preside os trabalhos, lá deve ta na maior festa há mais de 10 dias! Até sou capaz de visualizar aquele bando de infindo de diabinhos e diabetes rebolando num som do caralho de alto, todos dançando noite e dia sem parar, moonwlaker capitaneados pelo Mr. MJ!

Mas fazer o quê?
Se somos cada um de nós que alimentamos essa merda toda.

Afinal o esquisito aqui sou eu. E isso é apenas um pequeno desabafo contra essa porcaria toda que me vejo “ter” que aturar.

Meu pêsames a mim, a nós, a vós e aos outros.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

VEJA O ACTA DESTA SEMANA